Pão de Açúcar – Rio de Janeiro/RJ

tlfl8260

Voltando em 2017!!!!!

Estivemos parados por um tempo porque a vida se tornou um tanto caótica nesse período, apesar de ela continuar bem agitada as coisas têm parecido voltar a confusão habitual e portanto voltamos a falar de por onde já passamos, sempre apaixonados.

Para o retorno, escolhemos o Pão de Açúcar que ficou guardado em nossos corações e merece um post de destaque, vamos lá!

casal bondinho 2.JPG

Durante a excursão realizada com a cia de quem já comentamos (aqui), a segunda parada foi no pão de açúcar e logo que descemos da van recebemos a orientação da guia para aproveitar bastante, pois aquele era o lugar mais incrível do dia.

tlfl8308

(Por isso, esse post não terá orientações sobre como chegar ou preços.)

Após o primeiro bondinho, tivemos certeza de estar em um lugar afastado da terra (literalmente).

O pão de açúcar é um lugar incrível, todas as circunstâncias do passeio como: paisagem, natureza, vista, altura, bondinho, lojas etc. Tudo se soma e vira um passeio inesquecível.

Todos os custos de ingressos do nosso passeio já estavam incluídos no pacote com a cia de turismo, outro ponto bom que deve ser comentado é que por estarmos com a cia, não enfrentamos fila para comprar o ingresso, já que eles haviam aditado essa parte, além de termos acessado o local por uma fila lateral muito menor.

As filas existem! Mas a forma como são organizadas não torna o passeio estressante. Não sei se posso dizer o mesmo em dia de grandes eventos ou férias de verão, mas a nós elas não atrapalharam.

Dois bondinhos nos levam ao topo e lá no topo há um verdadeiro jardim com vistas maravilhosas em 360 graus para a cidade. Dá para ver a região central, as praias, o cristo, fantástico.

bondinho vista.JPG

As lojas são arrumadas e caras, apesar de termos passeado por elas não compramos nada, até porque pelo local onde estão não é preciso ser muito inteligente para saber que os preços são maiores. Aliás, tomamos um picolé e pagamos uma fortuna por um dos mais simples.

Ginásticas a parte, vale cada minuto da fila e cada centavo do ingresso.

Uma dica que deixo para todos é levar óculos de sol porque eu esqueci o meu no hotel e não tirei uma foto de olho aberto.

final pão de açúcar.JPG

 

Anúncios

ONDE FICAR – SÃO PAULO/SP

A cidade de São Paulo é um mundo (também se aplica a interpretação literal nesse caso) e por isso o local escolhido para se hospedar depende muito da finalidade de sua estadia. Aqui nós vamos comentar nossas experiências enquanto turistas de lazer que gostam de vistar os pontos mais convencionais.

Primeiro quanto a região: nós gostamos da zona sul no finalzinho da Av. Paulista, porque temos a impressão de que a viagem fica mais longa já que o ritmo acelerado e constante do local nos permite conhecer locais e andar, inclusive a noite.

Segundo quanto ao transporte: se você é dos nossos (sem grana) é INDISPENSÁVEL que escolha um hotel bem próximo a uma estação de metrô,nada além de 500 metros e se for ficar no meio da Av.Paulista, nada além de 200 metros (nessa região as ruas são ladeirosas e muito residenciais o que diminui a quantidade de pessoas andando). Ficando perto do metrô a locomoção ficará mais fácil e o quesito segurança também ganhará pontos, pois será reduzido o seu tempo andando.

Terceiro quanto aos hotéis: eis as nossas considerações (alá trip advisor):

IBIS BUGET PARAÍSO: Os maiores atrativos são o preço (talvez o menor na região) e a localização (é do lado, repito, do lado, do metrô), porém o quarto é pouquíssimo confortável e apenas recomendado para pessoas que tenham intimidade e não tem café da manhã incluso na diária o que pode elevar o valor da tarifa a um patamar consideravelmente maior. Se tiver medo de caminhar na rua, recomendamos!!

COMFORT NOVA PAULISTA: Excelente opção, pois tem uma boa relação custo benefício entre o conforto e o preço (aaa e um café da manhã excelente). A localização, apesar de muito boa é talvez o seu ponto fraco, já que fica a 500m do metrô, contudo nunca tivemos problemas em andar pelas ruas nos mais variados horários até a estação.

IBIS BUGET JARDINS: Seu maior atrativo é o preço, mas é longe do metrô (tem ônibus na frente), recomendamos se você estiver de carro ou for usar táxi e análogos, pois é perto do centro e da Av. Paulista. Com mais de duas pessoas o preço do táxi é comparável ao do metrô até o centro. Sem café da manhã.

MERCURE SÃO PAULO PARAÍSO: Aos que estão com tudo e não estão de prosa (não sei se o ditado é esse), recomendamos o Mercure, esse hotel tem estrutura de flat e por isso os quartos, além do convencional, têm sala e cozinha. A localização é incrível, pois é vizinho do metrô, só não é mais perto que o primeiro, mas é coladinho nele. O café da manhã é opcional. Ele lhe dará total conforto e ainda será incrivelmente perto do metrô. O preço por algum motivo que desconheço as vezes está bem convidativo até para os menos equipados.

Para que post não fique tão sem graça…

metro sao paulo.JPG

…uma foto que não favoreceu de duas pessoas pouco cidadãs (:P).

 

Passeio de Catamarã – Xingó/AL-SE

DSC_2757

O passeio mais famoso da região é a navegação pela parte alagada do Rio São Francisco. Durante o passeio a beleza e a imensidão dos cânions cortados pela água são de tirar o fôlego, dá aquela sensação de se estar em um lugar que não existe.

DSC_2755

Fizemos a excursão com a equipe do Restaurante Karranca`s (na época, R$80,00 por pessoa) e tudo ocorreu conforme contratado: barco com lotação adequada, equipamentos de segurança, equipe simpática, limpo, estável e com um banheiro que surpreendeu de tão cheiroso e equipado.

cabelo xingo

Além da navegação em si, esse passeio tem um guia que conta as histórias da região enquanto você admira a paisagem e contempla cada paredão como se não existisse beleza maior e, como se já não bastasse, há uma parada em um porto para mergulho nas águas do rio, o lugar do mergulho é cercado, o que lhe dá ainda mais segurança. Para os que tiverem um extra, pelo valor de R$ 10,00 por pessoa (na época) também é possível pegar um canoa e navegar por partes estreitas e tocar os paredões.

 

É muito difícil acreditar que um lugar desses existe e tá tão pertinho (ou nem tanto para alguns).

Para quem está perto, aproveite o fim de semana e faça nem que seja apenas esse passeio. Aos que estão longe (e nós sabemos o que é isso, porque também temos “sonhos distantes”, mais um lugar ara colocar naquela lista que não termina).

 

 

Fortaleza dos Reis Magos – Natal/RN

_MG_9410

Sabe passeio de city tour? A visita ao forte é um desses. E essa não é uma característica ruim, se você não estiver viajando em um grupo com essa finalidade ou mesmo com uma agência de turismo.

O forte fica no caminho para Genipabu, é um dos cartões postais da cidade e um excelente local para fotografar a ponte estaiada, outro cartão postal.

No interior, funciona um museu de armas e artefatos históricos, a maioria encontrado no próprio forte, explicados por folders e legendas. Há, ainda, uma lanchonete, muito simples, mas convidativa a um brinde com o seu love de água de coco.

No mais é um lugar incrível para fotos. Um estúdio com direito a paisagem de fundo ou parede branca, boa luz e cabelos ao vento, para dar o clima.

beijo reis magos

Tem estacionamento no local, barracas de artesanato e a entrada custa pouco.

O acesso para quem vem de Ponta Negra ou da Praia dos Artistas fica entrando a direita um pouco antes da subida da ponte.

lateral reis magos

Pinacoteca do Estado de São Paulo/SP

CASAL EM PÉ PINACOTECA

A Pinacoteca do Estado de São Paulo é um daqueles reinos de beleza. Desde o prédio onde está instalada, os jardins, a recepção com obras de Di Cavacalnti e até a cafeteria que em tudo é aconchegante.

Por tudo isso recomendamos que vá com tempo: com tempo para andar, tomar um café e andar de novo; tempo para apreciar cada pintura e escultura, ainda que não saiba nada de história da arte, como nós, aliás; tempo para se abrir e sentir a bagunça que cada peça quis causar em suas emoções.

CASAL DENTRO PINACOTECA

Durante as visitas guiadas nos Museus que já conhecemos, quando perguntados, costumamos dizer que não temos nenhuma formação relacionada, sequer em arquitetura, mas gostamos de olhar o bonito, o feio, o estranho ou o amedrontador e sentir. Acreditamos que para apreciar basta sentir (nada mais). E, se uma obra te faz sentir alguma coisa é porque é arte para você.

A Pinacoteca, por isso, foi um local de total encantamento para nós e recomendamos cada cantinho, lá por vezes arregalamos os olhos, por vezes soltamos gargalhadas.

CASAL1 PINACOTECA

Vá de peito aberto e observe…alguma coisa vai tocar você e o costume o tornará um sincero apreciador e aqueles que realmente conseguem olhar, realmente conseguem olhar… para a vida.

PS.:Sim, isso foi uma postagem sobre parar, desacelerar, escutar o que tem dentro de você e continuar andando em frente.

Marina de Badauê/RN

barco marina.JPG

O passeio de catamarã pelo litoral sul do Rio Grande do Norte é a melhor opção! São os pontos forte do passeio:
1) A marina fica em Pirangi, próximo a Natal (Parnamirim);
2) A marina fica em frente ao cajueiro e acredito que você irá lá, inevitavelmente, se  estiver pela primeira vez no Estado, principalmente;
3) Os preços são atrativos (em nosso caso uma pessoa nos abordou na rua e incrivelmente o preço oferecido por ela era melhor que o do balcão, apenas cuidado: nunca pague antes de receber seu ingresso);
4) A duração do passeio é compatível com um período do dia, assim sua viagem continua pela tarde se começar pela manhã ou ao contrário;
5) São muitos horários e da para consultar pelo site fanpage;
6) O barco é estável.
Aquele que seria o item 7 é bem mais extenso porque temos que dizer que o passeio é lindo e tem uma pausa para mergulho. Junto com os nossos ingressos ganhamos “grátis” snorkel e uma luva para os pés que os protegiam do corais.
No mergulho de superfície vimos muitas espécies de peixes, corais e plantas e até moreias, também é possível mergulhar com cilindro, mas observamos quem fez essa opção e percebemos que não era o melhor lugar para fazer o “batismo” e muito menos para os profissionais, pois é raso demais.


No barco tem serviço de bordo com um restaurante que vende bebidas e espetinhos a preço de ouro.
Alugamos um armário por um preço justo e foi bem cômodo, pois não levamos excessos para o barco.

casal marina.JPG

Dê beijinhos no fundo do mar.

Sobre felicidade

felicidade.JPG

Hoje vamos falar diretamente sobre o tema do nosso projeto. Viagens? Não. Felicidade.

A felicidade está escancarada em cada postagem e nas duas postagens principais: começando e sobre, esse vocábulo estava lá presente. Poderíamos começar discorrendo sobre felicidade com o clássico método de argumentação que é trazer o significado do verbete no dicionário.

No entanto, consideramos desnecessário e até incompatível com o que acreditamos, já que para nós a felicidade é um sentimento que só existe dentro de cada um e, portanto, tem um significado singularizado.

Você pode ser feliz junto ou separado, gargalhando ou em silêncio, viajando ou dormindo o domingo inteiro em casa, afinal acreditamos que tudo depende da forma como olhamos para o nosso dia a dia.

Quem nunca já esteve tão cansado que desejou um final de semana de ermitão? E quem nunca já esteve tão sozinho e sem nada para fazer que desejou viajar, curtir uma praia ou ir ao cinema? Por isso, em nossas vidas, adotamos a prática de sempre buscar olhar o lado bom e viver aquele momento, pois ele é que nos dará o impulso que precisamos para buscar está em outras situações e lugares.

Nada é completamente perfeito que o diga os perrengues de viagens, mas, também, é certo que nada é totalmente ruim.

felicdade2.JPG

A dica apaixonada de hoje é: concentre-se no lado bom, fica mais fácil.